BNDES - Agência de Notícias

02:18 23 de August de 2019

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:15:18 19/07/2019 |CULTURA

Ultima atualização: 11:56 22/07/2019

Flickr
Plano integrado de restauração da escadaria Selarón, no bairro histórico da Lapa (RJ), foi um dos projetos selecionados
  • Inscrições para última onda de seleção de 2019 podem ser feitas até o dia 15 de agosto

O programa Matchfunding BNDES+ Patrimônio Cultural selecionou os seis primeiros projetos nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Bahia e Ceará. Com potencial de deixar legado a patrimônios materiais e imateriais nessas regiões, as iniciativas escolhidas terão de captar recursos junto ao público geral por meio de campanhas de crowdfunding (financiamento coletivo) na internet.

Os selecionados participarão de um processo de consultoria em crowdfunding realizado pela Benfeitoria, plataforma que hospeda o site do programa. Durante a capacitação, receberão orientação sobre como apresentar seus projetos de forma a gerar interesse por parte do público e elaborar estratégias de mobilização de sucesso.

A partir de setembro os projetos serão colocados no ar, por um período entre 30 e 60 dias, quando o público poderá conhecê-los e apoiá-los por meio de doações. Caso os projetos atinjam suas metas de arrecadação, receberão do BNDES o dobro do valor captado. A expectativa é que essas ações consigam pelo menos R$ 750 mil reais, sendo R$ 500 mil do BNDES e R$ 250 mil ou mais da sociedade.

"O crowdfunding permite testar a demanda e divulgar uma ideia, produto ou serviço e, principalmente, engajar o público" Maria Parreiras, economista do BNDES

Um dos projetos selecionados consiste na realização de ações de divulgação e obras que ampliem a segurança do Museu do Inconsciente, no bairro do Engenho de Dentro, na zona norte do Rio de Janeiro. Idealizado pela psiquiatra Nise da Silveira, pioeira no uso da arte como técnica terapêutica no Brasil, ele conta com mais de 400 mil obras realizadas por pacientes, sendo grande parte tombada pelo Iphan. “O Matchfunding BNDES+ será um divisor de águas, inaugurando um novo ciclo virtuoso na trajetória dessa instituição. Essa é a primeira vez que a sociedade civil terá oportunidade de participar diretamente desse esforço de apoio”, declarou Eurípedes Gomes, presidente da Sociedade de Amigos do Museu Imagens do Inconsciente.

Outra iniciativa é o “Memórias de Pernambuco”, que produzirá cinco minidocumentários sobre vida e obra de grandes mestres da cultura popular daquele estado. A gestora do projeto, Iris Macedo, adiantou detalhes da estratégia  de arrecadação: “Estamos preparando uma campanha cheia de afeto, verdade, arte e muitas surpresas, estendidas aos nossos apoiadores, que contarão com vantagens exclusivas como acesso aos produtos e obras dos patrimônios vivos".

Quatro outros  projetos foram contemplados nessa primeira seleção: o plano integrado de restauração da escadaria Selarón, no bairro histórico da Lapa, região central do Rio de Janeiro; um em São Paulo, que mescla uso de drones e modelagem 3D para divulgar patrimônios relacionados ao período da escravidão na cidade; um no Ceará, com atuação em todo Brasil, que fomenta a produção de games que melhorem a experiência do público com os patrimînios culturais brasileiros; e um projeto da Bahia, que envolve a construção de um palco para atividades culturais na sede do Neojibá, no Parque do Queimado, em Salvador.

A economista do Departamento de Educação e Cultura do BNDES, Maria Parreiras, destacou o caráter inovador da iniciativa, pela nova forma de envolvimento da sociedade no financiamento a projetos: “O crowdfunding permite testar a demanda e divulgar uma ideia, produto ou serviço e, principalmente, engajar o público, que se sente parte fundamental da viabilização de algo em que acreditam e ainda ganham recompensas por isso”.


                                                                                                                                                                                                                                                           Flickr
48188149522_2057756103_kRequalificação da área externa da nova sede do NEOJIBA, em Salvador, foi outro projeto contemplado na 1ª seleção do programa.

O engajamento do público também é o principal ponto para Yasmin Youssef, da Benfeitoria: “Um dos legados  mais potentes do edital é deixar claro para mais produtores e instituições culturais que financiamento coletivo não é sobre a carência de quem arrecada, mas sobre a potência do encontro entre quem faz e quem apoia quem faz. É mais sobre o coletivo do que sobre o financiamento".

Novas inscrições - Até o próximo dia 15 de agosto o Matchfunding BNDES+ Patrimônio Cultural recebe inscrições para sua última onda de seleção de 2019. O programa é fruto de uma parceria entre BNDES, SITAWI e Benfeitoria. Mais informações no site: www.benfeitoria.com/canal/bndesmais.

Leia mais: Iniciativa inovadora para seleção de projetos culturais combina financiamento e arrecadação online