BNDES - Agência de Notícias

Tue Aug 11 02:34:27 UTC 2020 Tue Aug 11 02:34:27 UTC 2020

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:21:09 16/07/2020 |SAÚDE

Ultima atualização: 15:28 31/07/2020

Fotos: André Telles/Divulgação BNDES e Divulgação Casa de Saúde Santa Marcelina

O BNDES Matchfunding Salvando Vidas já entregou a 164 hospitais filantrópicos os equipamentos de proteção e materiais adquiridos com a primeira liberação de recursos arrecadados pela iniciativa de combate aos efeitos da pandemia da covid-19. As instituições estão localizadas em 134 municípios, em 20 estados do país. Pelo programa, voltado à proteção dos profissionais de saúde que atuam na linha de frente, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) dobra os valores arrecadados com financiamento coletivo, ou seja, para cada R$ 1 doado por meio da plataforma de crowdfunding Benfeitoria, o Banco entra com mais R$ 1.

Responsáveis por cerca de 50% de todos os atendimentos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), os hospitais filantrópicos e as Santas Casas já receberam mais de 14 milhões de equipamentos adquiridos em duas compras: 10,5 milhões luvas cirúrgicas, 423,2 mil toucas, 41,8 mil frascos de 500 ml de álcool em gel, 2,7 milhões de aventais e 342,2 mil máscaras cirúrgicas. Uma terceira compra de equipamentos está em andamento e deverá beneficiar mais de 100 outras instituições filantrópicas que atendem o SUS no país.

 

DUPLA700

Profissionais de saúde da Casa de Saúde Santa Marcelina usam EPIs doados pela campanha

 

Lançada no dia 30 de abril, a campanha Salvando Vidas tem o objetivo de captar R$ 100 milhões – R$ 50 milhões arrecadados em doações e R$ 50 milhões de contrapartida do BNDES. Com quase R$ 34,8 milhões já arrecadados, esse deve ser o maior financiamento coletivo do Brasil. Além de mais de mil pessoas físicas, o programa já recebeu investimentos de grandes empresas, como Banco ABC, Klabin, Linx, Lorinvest, Duratex, CPFL, Ultra, B3, Petrobras, Eneva, Minerva Foods, Isa CTEEP, Vinci Partners, Axxon Group, Cymi e Cobra, Fundação Siemens, Instituto Votarantim, Mitsui e Eletrobrás.

“Em uma parceria inédita entre o BNDES, o setor privado e a sociedade civil na mobilização de doações, o Salvando Vidas está dando uma contribuição importante para a mitigação dos efeitos da pandemia nas instituições filantrópicas que atendem o SUS”, avalia o chefe do Departamento do Complexo Industrial e de Serviços da Saúde do BNDES, João Paulo Pieroni.

“Sabemos que cada gesto de solidariedade como este constitui-se como ato de humanização e empatia nos dias atuais, e que nos estimula a prosseguir na caminhada, rumo ao cumprimento de nossa missão: oferecer assistência, ensino e pesquisa em saúde com excelência, à luz dos valores éticos, humanitários e cristãos”, afirma a diretora-presidente da Casa de Saúde Santa Marcelina, de São Paulo, irmã Rosane Ghedin. A instituição foi um dos hospitais filantrópicos beneficiados com as entregas da primeira aquisição.

 

IRMAROSANE700

A diretora-presidente da Casa de Saúde Santa Marcelina, de São Paulo, irmã Rosane Ghedin

O valor arrecadado é aplicado na linha de frente do enfrentamento à pandemia da covid-19, ou seja, na aquisição de material, insumos e equipamentos de proteção para os médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde que trabalham nos hospitais. Com o volume mobilizado pela campanha, são encontrados os melhores fornecedores, com a vantagem de a negociação ser em grande escala, para obter custos menores.

O BNDES Matchfunding Salvando Vidas conta com parceria da Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas (CMB), que centraliza as demandas e a distribuição entre todos os hospitais do projeto. A CMB dimensiona, com apoio das instituições de saúde, os bens e serviços mais críticos à prevenção e combate à covid-19, bem como determina os hospitais a serem beneficiados.

Com apoio da Benfeitoria, a Sitawi Finanças do Bem é responsável pela gestão dos recursos financeiros, prestação de contas, aquisição dos itens e coordenação da campanha. Já a Bionexo disponibiliza sua plataforma de tecnologia para avaliação e cotação de preços junto a mais de 10 mil fornecedores e atua em parceria com a CMB no acompanhamento das entregas individualizadas em cada instituição de saúde.