Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

08:26 30 de novembro de 2022

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:13:46 14/11/2022 |MEIO AMBIENTE

Ultima atualização: 14:12 14/11/2022

- Orçamento da linha dobra para R$ 2 bilhões, com vigência estendida ao fim de 2024

- Iniciativa visa à melhoria de indicadores ambientais, sociais e de governança de empresas

- Investimentos realizados pelas empresas em infraestrutura escolar passarão também a contar pontos para redução nas taxas de juros dos financiamentos

- Linha BNDES Finem Linha Meio Ambiente expande abrangência e passa a apoiar biogás, biometano, hidrogênio de baixo carbono e armazenamento de energia

- Instrumentos contribuem para as metas do país de redução de emissões de gases de efeito estufa do Acordo de Paris 

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aumentou de R$ 1 bilhão para R$ 2 bilhões a dotação do BNDES Crédito ASG, programa que oferece diminuição da taxa de juros para empresas que comprovem melhorias socioambientais e de governança. Também foram estabelecidos novos indicadores (ligados a qualificação/requalifcação profissional, empregabilidade e educação básica) e a lista de certificações foi revisada e ampliada, oferecendo mais alternativas ao cliente para a obtenção do desconto, por meio da redução da taxa de remuneração do Banco. 

 

Além destas melhorias, a vigência do programa foi estendida em um ano, para dezembro de 2024, a taxa de juros inicial foi reduzida e outras atividades foram incluídas no rol de setores apoiáveis.  O anúncio foi feito pelo presidente do BNDES Gustavo Montezano na COP27 que ocorre no Egito. 

 

Os indicadores de qualificação/requalificação e empregabilidade visam a estimular as empresas a realizarem treinamentos de seus funcionários em temas relacionados à tecnologia, indústria 4.0, economia verde e competências socioemocionais (soft skills), assim como o incentivo a inserção do jovem no mercado de trabalho, com foco na aprendizagem profissional. Por fim, o programa traz incentivos ao tema de diversidade e inclusão, com foco no aumento de pessoas com deficiência, de pessoas com mais de 60 anos e de mulheres em cargos de liderança nas organizações. 

 

Já o indicador de educação básica objetiva incentivar ações ASG (Ambiental, Social e de Governança) das empresas em apoio às redes públicas de ensino tais como instalação de cisternas, banheiros adequados, sistemas de coleta e tratamento de esgotos e sistemas elétricos fotovoltaicos em escolas públicas de educação básica.

 

A iniciativa busca estimular a participação de parceiros privados para a realização de investimentos que, em conjunto com as demais ações do BNDES em educação, contribuirão para a redução das deficiências básicas de infraestrutura das escolas públicas brasileiras. 

 

Com a inclusão de selos relacionados a temas como economia circular, responsabilidade social corporativa e diversidade e inclusão, lista de certificações passou de 26 para 52 possibilidades.

 

As demandas oriundas de pautas ambientais, sociais e de governança têm influenciado a atuação das empresas, temáticas que vêm ganhando crescente espaço na sociedade. Com a expansão da atuação do Programa, o Banco reforça seu posicionamento no apoio ao desenvolvimento sustentável.