Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

08:24 30 de November de 2022

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:12:24 11/11/2022 |ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA |SUDESTE

Ultima atualização: 12:44 11/11/2022

Verlan Andrade/CeasaMinas

• Leilão na B3 está previsto para 22 de dezembro

• Associado à desestatização da empresa está a Concessão dos Mercados Livres do Produtor, do Estado de Minas Gerais, que deverão receber investimentos mínimos de R$ 29,7 milhões em melhorias de infraestrutura

• No mesmo processo competitivo será ofertada a venda de área de 890 mil metros quadrados, à margem das Rodovia Federal BR-040, em Contagem

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) publicou nesta sexta-feira (11) o edital para alienação das ações de propriedade da União da Centrais de Abastecimento de Minas Gerais S. A. (“CeasaMinas”), associada à outorga pelo Estado de Minas Gerais da concessão de uso dos Mercados Livres do Produtor (MLPs). A vencedora do leilão será a nova proprietária dos entrepostos de Contagem, Barbacena, Caratinga, Governador Valadares, Juiz de Fora e Uberlândia. Além disso, terá a responsabilidade de administrar os MLPs nas mesmas regiões. O leilão está agendado para 22 de dezembro, na B3, em São Paulo (SP).

 

Nas unidades da CeasaMinas estão estabelecidas mais de 750 empresas, que comercializam mais de 2 mil toneladas de gêneros alimentícios por ano, atendendo a 12 milhões de consumidores diretos e indiretos. 

 

Já os MLPs, espaços do Estado de Minas Gerais voltados à coordenação e ao controle da política de abastecimento, atendem a mais de 4 mil produtores rurais mineiros e receberão investimentos mínimos de R$ 29 milhões ao longo dos primeiros anos em melhorias de infraestrutura.

 

O valor mínimo das ações da CeasaMinas, que são de titularidade da União, será de R$ 254 milhões. E para os terrenos livres de Contagem o mínimo será de R$ 169 milhões. Ainda há a hipótese pela aquisição conjunta de ambos ativos, em um valor total de R$ 423 milhões.

 

O edital da licitação, seus anexos, bem como todas as informações sobre a desestatização podem ser obtidos no site do BNDES.