Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

23:17 12 de April de 2024

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:11:55 26/03/2024 |ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA |NORDESTE

Ultima atualização: 16:01 26/03/2024

Prefeitura do Recife

Com apoio do BNDES, edital de concessão de serviços de quatro parques urbanos do Recife é lançado

  • Banco estruturou concessão dos serviços de visitação dos parques Jaqueira, Santana, Apipucos e Dona Lindu
  • Estão previstos investimentos de aproximadamente R$ 49 mi em infraestrutura e R$ 363 mi em operação e gestão
  • Acesso e uso continuarão livres e gratuitos à população, conforme Lei Municipal nº 18.824/21

 

Com projeto estruturado pela Fábrica de Projetos do BNDES, sob coordenação da Prefeitura de Recife, foi lançado nesta segunda-feira, 25, o edital de concessão dos serviços de visitação de quatro parques urbanos da cidade. O leilão será realizado em dois blocos (A e B), na sede da B3, em São Paulo, em junho de 2024.

O Bloco A é composto pelos parques Jaqueira, Santana, Apipucos e o Bloco B pelo Dona Lindu. A divisão em dois blocos tem como objetivo fortalecer a vocação regional de cada parque e captar mais investimentos para melhorar a infraestrutura e a conservação dos espaços. O acesso e o uso por parte da população continuarão livres e gratuitos, conforme previsto na Lei Municipal n. 18.824, aprovada em 2021.

Os dois blocos serão leiloados no mesmo dia, porém em sessões diferentes, o que permitirá que um mesmo licitante vença ambos os lotes ou que dois concessionários diferentes fiquem responsáveis pela operação. O critério para seleção do concessionário envolve o maior valor de outorga fixa, que é a quantia a ser paga pelos vencedores ao poder público.

Investimentos - O vencedor será responsável pelas atividades de apoio à visitação, manutenção e modernização dos serviços, além de ações de conservação e proteção. O edital prevê ainda a realização de investimentos da ordem de R$ 49 milhões, no prazo de até seis anos, como melhorias em infraestrutura de lazer e instalações em diversas áreas. Também estão previstos investimentos de aproximadamente R$ 363 milhões em operação e gestão dos parques.

O diretor de Planejamento e Estruturação de Projetos do BNDES, Nelson Barbosa, destacou o ineditismo da parceria que possibilitou o lançamento do edital, bem como as melhorias que o projeto busca. “Recife é a primeira cidade a lançar edital para concessão de parques urbanos no programa de apoio do Banco. Isso é fruto de muito trabalho buscando assegurar a conservação e revitalização dos espaços públicos urbanos, gerar empregos e promover o desenvolvimento sustentável”, ressaltou.

Sobre os parques  No Bloco A, o Parque da Jaqueira é um ícone urbano do Recife e tem potencial de oferecer programação para a família recifense e turistas na área de 71.552 metros quadrados. Já o Parque de Santana, com área de 60.175 metros quadrados, possui vocação esportiva, que pode congregar toda a cidade em torno das boas práticas esportivas. O Parque Apipucos foi recentemente reformado, abrangendo um parque infantil, um espaço para pinique, estacionamento para automóveis além da vocação ecológica, repleto de vegetação e em frente à Lagoa/Açude de Apipucos.

Em relação ao Bloco B, o Parque Dona Lindu, oferece sua beleza arquitetônica assinada por Oscar Niemeyer, com grande potencial para programação cultural, abrindo espaço para debates sobre sustentabilidade.

8498157704_3005de557e_kFoto: Prefeitura do Recife (Flickr)