Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

23:45 12 de April de 2024

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:14:44 06/03/2024 |INSTITUCIONAL

Ultima atualização: 14:50 06/03/2024

Davilym Dourado - BNDES / Divulgação

BNDES recebe selo “Mais Mulheres na Liderança” da Associação Brasileira de Bancos

  • Reconhecimento foi dado a instituições com pelo menos duas mulheres em cargo de direção; Banco possui quatro

 

Com quatro mulheres em sua Diretoria Executiva, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) recebeu, nesta terça-feira, 5, o Selo Mais Mulheres na Liderança ABBC 2024, concedido pela Associação Brasileira de Bancos para instituições financeiras que promovem a igualdade de gênero e com pelo menos duas mulheres em cargos de direção.

Na ocasião, a diretora de Pessoas, Gestão e Operações, Helena Tenório, assinou, em nome do BNDES, carta-compromisso que atesta a continuidade de ações de promoção da igualdade de gênero, eliminação de discriminações e o fortalecimento das capacidades das mulheres em todos os níveis. “Esse selo reconhece e fortalece o papel indutor do BNDES em relação a práticas de equidade no cenário das organizações públicas bem como em toda a sua rede de relacionamentos”, disse Helena.

Hoje, 37% do total de 2.817 colaboradores do BNDES, incluindo estagiários(as) e jovens aprendizes são mulheres. Em cargos de superintendência, elas são 38%, enquanto em 2022 eram 14%. Nas chefias de departamento, elas correspondem a 35% do efetivo, tendo sido 19% no ano anterior. Já a Diretoria tinha apenas uma mulher em seu quadro em 2022 e hoje conta com quatro: Helena Tenório, diretora de Pessoas, Gestão e Operações; Luciana Costa, diretora de Infraestrutura e Mudança Climática; Natália Dias, diretora de Mercado de Capitais e Finanças Sustentáveis; e Tereza Campello, diretora Socioambiental.

“A diversidade é uma das riquezas do nosso país e queremos vê-la cada vez mais refletida no BNDES e na sociedade. A ampliação da presença feminina em cargos de liderança do Banco é um primeiro passo de um movimento maior – interno e externo – neste sentido”, destaca o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante.

Com a assinatura da carta de compromisso, o Banco também se comprometeu a promover os Princípios de Empoderamento das Mulheres (WEPs) da ONU, e a incorporar os princípios ESG (Ambiental, Social e de Governança) em operações e políticas, demonstrando comprometimento com o progresso sustentável.

Selo Mais Mulheres na Liderança ABBC 2024 – O selo reconhece instituições financeiras que promovem a igualdade de gênero e têm pelo menos duas mulheres em cargos de direção. Participam instituições associadas à ABBC e registradas no Banco Central. As instituições reconhecidas devem promover a igualdade de gênero, aderir aos Princípios de Empoderamento das Mulheres da ONU e incorporar princípios ESG em suas operações. O selo é válido por um ano e as instituições devem renovar sua elegibilidade anualmente.

Associação Brasileira de Bancos – Representam os interesses de bancos de diversos portes, de controle nacional e estrangeiro, financeiras, cooperativas, instituições de pagamento, sociedades de crédito privado, sociedades de empréstimo pessoal e fintechs.

 

SeloABBC_foto