Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

01:17 13 de April de 2024

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:17:26 17/03/2023 |AGRICULTURA |MEIO AMBIENTE

Ultima atualização: 13:05 17/10/2023

BNDES bloqueia empréstimos a propriedades rurais desmatadas ilegalmente

Parceria com MapBiomas utiliza monitoramento de todos os biomas brasileiros por meio de satélites de alta resolução

 

Uma nova ferramenta tecnológica está permitindo ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) ter segurança de que os empréstimos concedidos a proprietários rurais não serão destinados a áreas de desmatamento irregular. Este controle ocorre por meio de uma parceria firmada em fevereiro deste ano entre o BNDES e o MapBbiomas, plataforma capaz de monitorar em tempo real todos os biomas brasileiros por meio de satélites de alta resolução e gerar alertas e laudos com imagens antes e depois de desmatamentos.  

Em entrevista ao Jornal Nacional nesta quinta-feira, 16, o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, comentou que “a tecnologia é um caminho para construirmos boas práticas, melhorar a eficiência do estado e responder a essas demandas inadiáveis da sustentabilidade ambiental. Evidente que o agronegócio é muito importante para o brasil, mas não podemos ter mais complacência com quem destrói o meio ambiente e compromete o futuro da humanidade".

Desde o dia 9 de fevereiro, quando entrou em vigor a parceria, as informações geradas pelo MapBiomas serviram como base para o BNDES negar 58 pedidos de empréstimos que somavam R$ 24,8 milhões e eram destinados a imóveis rurais com desmatamentos em 14 estados que totalizam 948 hectares, o equivalente a cerca de 1.300 campos de futebol.

Os estados com maior reprovação de financiamentos foram Tocantins, Pará e Rondônia.

A integração totalmente automatizada dos dados do MapBiomas com a plataforma operacional do BNDES permite ao banco, inclusive, passar a monitorar indícios de desmatamentos em imóveis referentes a operações de crédito rural já contratadas 

A partir de fevereiro, só podem ser aprovados financiamentos de crédito rural destinados a imóveis onde não sejam identificados indícios de desmatamento ilegal. O proprietário tem o direito de contestar o bloqueio e apresentar documento que comprove a regularidade da remoção da vegetação se sua propriedade para a obtenção do empréstimo.

Os empréstimos do BNDES a produtores rurais atendem 95% de todos os munícipios do país, por meio de uma rede parceira de 70 instituições financeiras.