Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

02:51 12 de April de 2021

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:11:53 23/11/2020 |CULTURA

Ultima atualização: 12:48 23/11/2020

Divulgação
Recursos permitirão à empresa custear sua estrutura por quase um ano

• Com R$ 20 mi de crédito do Fundo Setorial do Audiovisual, Conspiração Filmes vai pagar funcionários, prestadores de serviço e gastos operacionais

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou R$ 20 milhões em apoio emergencial do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) para a carioca Conspiração Filmes S.A., um dos maiores produtores independentes de conteúdo para cinema e TV do País.

Os recursos serão utilizados pela empresa para custear sua folha de pagamento, manter suas despesas operacionais e honrar compromissos com sua cadeia de fornecedores, a maior parte dela formada por pequenas empresas que possuem contrato de longo prazo com a produtora.

A Conspiração tem sede no Rio de Janeiro e unidades em São Paulo e Minas Gerais. Atualmente, mantém 80 empregos diretos e, em que pese o cenário adverso imposto pela pandemia da covid-19, tomou a decisão de preservar seu quadro de recursos humanos, inclusive o quadro próprio de roteiristas e produtores.

Também buscou renegociar contratos com os cerca de 60 fornecedores que prestam serviços à produtora, entre os quais incluem-se aqueles especializados em produção audiovisual (animação, design, pós-produção, direção de arte, edição, efeitos especiais, produção executiva, coordenação de projetos, etc), bem como alguns de natureza administrativa-gerencial (TI, contabilidade, gerenciamento de negócios, etc).

Os recursos recém-aprovados permitirão à empresa manter essa estrutura por quase um ano (11 meses), de modo a dispor desses profissionais, tanto internos quanto externos, no momento pós-pandemia — quando se espera uma retomada e um aumento da demanda reprimida na área. O crédito também será utilizado em despesas operacionais, como aluguéis e segurança.

Desse modo, além de prover à empresa condições de atravessar a crise minimizando impactos sobre sua atividade, a operação tem o potencial de gerar efeitos positivos em, ao menos, outras duas dimensões: no âmbito social — na medida em que contribuirá para a manutenção de emprego e renda — e no âmbito da indústria brasileira do audiovisual, uma vez que permite o pagamento a fornecedores essenciais para a atividade-fim da empresa.

Além deste apoio emergencial com recursos do FSA, a Conspiração foi uma das beneficiárias do programa de standstill (alongamento de dívidas) do BNDES, por meio do qual empresas afetadas pela pandemia do novo coronavírus puderam suspender temporariamente amortizações dos financiamentos em vigor com o Banco. Assim, pôde ganhar fôlego financeiro durante a crise, adiando as amortizações do saldo devedor de financiamento no valor de R$ 20 milhões contratado com o Banco em 2015.

Chefe do Departamento de Telecom, TI e Economia Criativa do BNDES, Ricardo Rivera vê complementaridade entre as duas operações: “Com o apoio anterior, a empresa passou por um amplo processo de profissionalização da gestão e, hoje, se destaca inclusive no fornecimento de conteúdo brasileiro para as plataformas de streaming (transmissão de conteúdo audiovisual via internet). A linha emergencial, por sua vez, vem para apoiar, sobretudo, a manutenção da postos de trabalho formados e qualificados ao longo dos anos”, diz.

O standstill e a operacionalização da linha emergencial do FSA são algumas das medidas tomadas pelo Banco desde março último, com o objetivo manter a atividade econômica das companhias durante esse período e viabilizar investimentos no setor de saúde, de modo a preservar vidas e empregos. Segundo balanço divulgado no início de novembro, essas ações já totalizam R$ 136,6 bilhões em aprovações, beneficiando 267 mil empresas, que mantém 8,8 milhões de trabalhadores.

Sobre a Conspiração - Produtora brasileira independente com maior volume de produção, a Conspiração já lançou 26 longas-metragens no mercado, entre eles sucessos de bilheteria, como “Dois filhos de Francisco” (mais de 5 milhões de espectadores), “A mulher invisível” (segunda maior bilheteria nacional de 2009) e “O homem do futuro”.

Suas produções têm figurado na seleção de festivais como Cannes, Toronto, Berlim e Sundance. Para TV, a empresa produz conteúdo comercializado no Brasil e em mais de 30 países. Entre as emissoras que exibem suas produções estão canais abertos e fechados, como Rede Globo, HBO, GNT, Multishow, MTV e France2.