Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

18:29 23 de June de 2024

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:15:26 29/10/2019 |INFRAESTRUTURA |SUDESTE

Ultima atualização: 16:09 29/10/2019

Fotos: Fernando Abreu/Divulgação Prefeitura de Sorocaba

BNDES aprova R$ 200 milhões para o BRT de Sorocaba (SP)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 200 milhões para a implantação do sistema BRT (bus rapid transit) de Sorocaba (SP). Os recursos do BNDES equivalem a 51% do investimento total, no valor de R$ 394 milhões, e serão repassados à BRT Sorocaba Concessionária de Serviços Públicos SPE S.A.

O projeto visa à implantação da concessão pública, que tem período definido de 20 anos em Sorocaba, com a execução de obras civis de vias BRT e vias estruturais, estações, terminais, abrigos, pátio e garagem, além de aquisição de material rodante.

 

BNDES aprova R$ 200 milhões para o BRT de Sorocaba (SP)

A prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, inspeciona obras do BRT no município

 

Integração – O sistema de BRTs e de faixas exclusivas serão integrados a linhas alimentadoras de ônibus, ciclovias e contarão com a utilização de bilhete único e reconhecimento biométrico. A integração contribui para otimizar o sistema de transporte de Sorocaba, valorizando o transporte público. A segurança e a manutenção do sistema de BRT ficarão a cargo da concessionária.

O município de Sorocaba apresenta histórico de estruturação de soluções de mobilidade urbana, e possui, inclusive, uma empresa pública responsável pela gestão do sistema (Urbes). O sistema de transportes de Sorocaba é inteiramente monitorado e integrado por sistemas inteligentes de controle (NOC).

O BRT é uma solução adequada para cidades médias, principalmente quando estruturado em um modelo de rede do tipo tronco alimentado, em que as linhas de ônibus dos subúrbios “alimentam” os eixos radiais de BRTs. Com a implantação do BRT de Sorocaba, a expectativa é que a priorização e a melhoria da qualidade do transporte público e ciclovias criem condições para redução de viagens motorizadas individuais, com efeito positivo no consumo de energia, na poluição sonora e do ar.

Financiamento – A operação de financiamento buscou garantir o uso dos recursos advindos do pagamento de passagens como garantia do empréstimo, de modo que o repasse das tarifas aos operadores de transporte público locais respeitará estritamente os contratos de concessão pública estabelecidos. Esse modelo torna a financiabilidade dos operadores menos arriscada. Modelo semelhante foi adotado no financiamento do metrô de Salvador.