Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

00:33 13 de April de 2024

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:10:28 07/03/2024 |INDÚSTRIA |INOVAÇÃO |MEIO AMBIENTE

Ultima atualização: 10:49 07/03/2024

Suzano - Divulgação

BNDES apoia investimentos em manejo florestal sustentável e inovação da Suzano

  • Com investimento total de R$ 3,6 bilhões, programa florestal bienal da empresa terá financiamento de R$ 2,6 bilhões do Banco

  • Projeto de produção de árvores de eucalipto superiores (hibridação florestal) e inovação aberta da companhia também será apoiado, com financiamento de R$ 31 milhões da linha BNDES Mais Inovação

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 2,6 bilhões para o programa florestal bienal da Suzano. A iniciativa, que envolve um investimento total de R$ 3,6 bilhões, prevê o plantio de até 435 mil hectares de fazendas de eucalipto nas proximidades das unidades industriais da companhia, nos estados do Espírito Santo, da Bahia, do Mato Grosso do Sul, do Maranhão, do Pará e de São Paulo.

O Banco também aprovou, por meio de operação da linha BNDES Mais Inovação, financiamento de R$ 31 milhões para que a companhia desenvolva uma nova central de produção de árvores de eucalipto superiores (hibridação florestal) e para investimentos em uma chamada de inovação aberta, com estimativa de que sejam apoiados até 14 projetos inovadores relacionados a agroflorestas, remoção de carbono, biomassa de eucalipto e embalagens sustentáveis.

Para o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, os financiamentos reforçam a produtividade e a competitividade da indústria brasileira, com apoio a uma companhia que já tem presença relevante no mercado internacional e é reconhecida por práticas ambientais sustentáveis. “A neoindustrialização nacional, mais verde e mais inovadora, é uma prioridade do Governo Lula. O apoio do Banco ao programa florestal e ao projeto de inovação da Suzano está alinhado à nova política industrial brasileira, estimulando a bioeconomia a partir do manejo florestal sustentável”, avalia.

"A Suzano valoriza a parceria de longa data com o BNDES, que tem nos apoiado em projetos relevantes e contribuído para a diversificação de fontes de financiamento para viabilizar o plano de investimentos da Companhia”, destaca Marcelo Bacci, Diretor Executivo de Finanças e Relações com Investidores da empresa.

Maior produtora global de celulose – insumo utilizado na fabricação de papéis higiênicos e itens sanitários, produtos absorventes e papéis de imprimir e escrever e embalagens, entre outros –, a Suzano investiu R$ 51,3 bilhões no quinquênio entre 2019 e 2023. Para 2024, ano de conclusão de uma nova fábrica de celulose no Mato Grosso do Sul, a companhia tem investimentos previstos de mais R$ 16,5 bilhões, incluindo recursos para a ampliação de sua área de plantio.

O programa florestal da Suzano contribui para a captura de carbono da atmosfera e contempla atividades de plantio de mudas de eucalipto até o fim de 2024, além do manejo sustentável das áreas pelos dois anos seguintes. Os investimentos envolvem preparo de solo e de mudas, adubação, controle de pragas, coveamento e aquisição de mudas.

Além de promoverem a captura e retenção de CO2 da atmosfera, as atividades do programa florestal garantem a manutenção de empregos nos diversos locais de atuação da empresa, que emprega mais de 40 mil pessoas direta e indiretamente. O plantio e o manejo das florestas de eucalipto pela empresa seguem práticas sustentáveis e contam com certificações florestais do Forest Stewardship Council (FSC), do Programa Brasileiro de Certificação Florestal (Cerflor) e do Programme for the Endorsement of Forest Certification (PEFC).

 

Suzano_Aracruz ES