BNDES - Agência de Notícias

Thu Feb 27 05:06:35 UTC 2020 Thu Feb 27 05:06:35 UTC 2020

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:19:23 05/02/2020 |SEGURANÇA |NORDESTE

Ultima atualização: 19:27 05/02/2020

● Com foco em regiões de altos índices de criminalidade, projeto deverá reduzir roubos e crimes contra o patrimônio público em 50% e furtos e roubos de veículos em 5%

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento a iniciativas de segurança pública em Teresina (PI), que contemplam o uso intensivo de tecnologia e priorizam sua aplicação em áreas da cidade que apresentam elevados índices de criminalidade e de vulnerabilidade social. Com as ações, a expectativa é de redução de 50% de roubos e crimes contra o patrimônio público e de 5% de roubos e furtos de veículos.

O projeto prevê a implementação de solução de cercamento digital, incluindo aquisição de 60 câmeras para captura de placas de veículos e sistema de análise comportamental de veículos, além da compra de cinco drones. Também serão adquiridos equipamentos de suporte às atividades operacionais da Guarda Municipal a fim de reduzir o tempo médio de atendimento a ocorrências de 25 para 15 minutos em 2023.

O apoio viabilizará a implantação de equipamentos como sistemas de videomonitoramento – inclusive com recursos de reconhecimento facial e cobertura de 360 graus –, alarmes em espaços públicos e equipamentos municipais localizados em áreas com altos níveis de roubos e homicídios. Como resultado, espera-se que em 2023, 45% das ocorrências sejam identificadas por meio de videomonitoramento.

O projeto abrange, também, investimentos para fortalecimento do modelo de governança da segurança pública municipal por meio da implantação do Observatório da Violência de Teresina (OVT), e em iniciativas sociais para a promoção de cidadania, assumindo como meta o aumento de 10% do número de jovens atendidos nos Centros de Arte e Esporte Unificados, instituições que oferecem atividades culturais e de lazer, práticas esportivas e programas de qualificação profissional em regiões de alta vulnerabilidade social. Espera-se que a quantidade de jovens envolvidos em ocorrências criminais seja reduzida em 13%.

O apoio do BNDES, no valor de R$ 29,9 milhões, corresponde a 90% do total do projeto (R$ 33,3 milhões), que tem previsão de execução de dois anos.

De acordo com o banco de fomento, o projeto financiado dialoga com os instrumentos de planejamento em segurança pública de médio e longo prazos de Teresina e com os objetivos do Plano Nacional em Segurança Pública e Defesa Social, instituído em 2018. “Alinhado às novas diretrizes estratégicas de atuação definidas em nosso Plano Trienal, o apoio consolida o BNDES como parceiro estratégico de municípios para projetos estruturantes que promovam melhorias de qualidade e eficiência na prestação de serviços públicos à sociedade”, afirmou a gerente Paula Barbosa, do Departamento de Gestão Pública da instituição.

Impacto – Taísa Idalino, também do Departamento de Gestão Pública, explica que a nova estratégia de apoio do BNDES à segurança pública dá prioridade às ações preventivas, com foco em investimentos inteligentes, de eficiência demonstrada em experiências bem sucedidas no País e no exterior. “Na nova concepção, as políticas públicas passam a ser proativas e devem ser focadas e executadas por meio de ações integradas”, disse. “Os modelos de políticas adotados são baseados em evidências de impacto e é feita a prestação de contas das iniciativas implementadas”.