Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

Sun Apr 11 21:02:42 UTC 2021 Sun Apr 11 21:02:42 UTC 2021

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:16:30 11/12/2020 |INOVAÇÃO

Ultima atualização: 16:52 11/12/2020

Deposit Photos
Chamada é um desdobramento de outra do Edital SENAI de Inovação 2018

Propostas selecionadas poderão receber até R$ 1,5 milhão

• Chamada fica aberta até o dia 4 de janeiro de 2021

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) realizam, até o dia 4 de janeiro de 2021, a “Chamada Pública IoT – Eficiência Industrial”. Desde o dia 1º de dezembro, empresas industriais podem inscrever projetos que possibilitem aumentar a eficiência e a competitividade da indústria do país, utilizando a tecnologia de Internet das Coisas (IoT).

A chamada recém-lançada é um desdobramento de outra do Edital SENAI de Inovação 2018, cujo objetivo foi selecionar planos de inovação para a criação de ambientes de testes de solução tecnológicas de IoT para indústria. Dividida em quatro áreas temáticas (sistemas inteligentes; sensoriamento; rastreamento e monitoramento de ativos; e inspeção da qualidade), a nova seleção busca promover o desenvolvimento de tecnologias IoT em produtos e processos com projetos cooperativos entre o Instituto SENAI de Inovação em Soluções Integradas em Metalmecânica e a indústria nacional.

Todos os projetos devem ter duração mínima de 6 meses e  máxima de 12 meses. Aqueles que forem aprovados receberão aporte financeiro de 50% de seu valor total, variando de acordo com as seguintes categorias: On demand - Sob demanda (entre R$ 300 mil e R$ 1 milhão); Alliance - aliança entre empresas (entre R$ 300 mil e R$ 1,5 milhão) e To Go - demandas transversais (valor total do projeto varia de acordo com temas definidos no anexo I do edital).Avaliação – A chamada pública será realizada em duas etapas, sendo a primeira, a submissão das propostas que ocorrerá por meio deste link.

Na segunda etapa, de contratação do projeto, o plano de trabalho será elaborado em cooperação com o Instituto SENAI de Inovação em Soluções Integradas em Metalmecânica.  Nessa fase, serão avaliados os critérios de viabilidade técnica, adesão com as linhas temáticas e requisitos e premissas.Mais informações podem ser encontradas aqui.