BNDES - Agência de Notícias

Thu Sep 24 08:23:39 UTC 2020 Thu Sep 24 08:23:39 UTC 2020

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:17:29 06/11/2019 |EDUCAÇÃO |NORDESTE |NORTE |SUL

Ultima atualização: 12:57 07/11/2019

Fotos: Jaqueline Machado/Divulgação BNDES e José Cruz/Agência Brasil
Representantes de secretarias estaduais de educação em oficina da iniciativa BNDES Educação Conectada

• Iniciativa está inserida em programa homônimo do MEC, que pretende conectar mais 24,5 mil escolas à internet até o 1º semestre de 2020

 

Quatro projetos selecionados pela iniciativa BNDES Educação Conectada, que apoia investimentos em implementação e uso de tecnologias digitais na educação pública, já estão em execução. Outros dois estão em análise pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Ao todo, eles beneficiam 168 mil alunos e 14 mil professores em 406 escolas.

Os projetos são implementados por estados em parceria com um ou dois municípios, contemplando escolas de ensino fundamental e médio. Atualmente, os projetos do Rio Grande do Sul (Cachoeira do Sul e Santa Maria), do Tocantins (Araguaína e Gurupi), de Sergipe (Lagarto) e da Paraíba (Campina Grande e Sousa) estão em execução, enquanto os projetos do Paraná (Campo Mourão e Guarapuava) e da Bahia (Ilhéus e Lauro de Freitas) encontram-se em fase de análise.

 

conecta_vale_esta

 

Os investimentos contemplam estratégias, políticas, práticas, equipamentos, conexão, softwares, formação de professores e gestores. Ação conjunta do banco de fomento e do Ministério da Educação (MEC), a iniciativa dispõe de orçamento de R$ 22 milhões em recursos não reembolsáveis do Fundo Social do BNDES, além de R$ 20 milhões dos parceiros Fundação Lemann e Fundação Itaú Social, que também prestam colaboração técnica.

O BNDES Educação Conectada conta ainda com a parceria técnica do Centro para Inovação da Educação Brasileira (Cieb), responsável por prover suporte técnico às secretarias de educação para execução dos projetos, e da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que responde pelas atividades de monitoramento, avaliação e sistematização do conhecimento da iniciativa.

Primeiras ações – Diversas ações foram empreendidas este ano no âmbito da iniciativa, tais como a pactuação com as escolas, levantamento de dados, elaboração do Guia para Implementação de Tecnologia no Cotidiano das Escolas, mapeamento da infraestrutura existente, levantamento das necessidades por escola, início do processo de compra dos equipamentos, levantamento de recursos educacionais digitais já utilizados, chamamento para mapear fornecedores, mapeamento de competências digitais dos professores e início das formações de professores e gestores, entre outras.

 

MEC anuncia internet para mais 24,5 mil escolas públicas

O Ministério da Educação (MEC) anunciou esta semana que o programa Educação Conectada pretende conectar mais 24,5 mil escolas públicas urbanas à internet até o primeiro semestre do ano que vem, beneficiando 11,6 milhões de estudantes distribuídos por todas as regiões brasileiras. As informações são da Agência Brasil.

Com a medida, que receberá investimento de R$ 82,6 milhões, 56% das escolas públicas passarão a ter acesso à rede. O MEC repassará ainda R$ 32 milhões destinados à manutenção do programa nas 9,9 mil escolas já atendidas.

 

Jânio Carlos e Abraham Weintraub José Cruz Agência Brasil

O secretário de Educação Básica do MEC, Jânio Macedo, e o ministro da Educação, Abraham Weintraub

 

A conexão à internet permite a formação de professores no ambiente virtual de aprendizagem do MEC, o Avamec. Somente neste ano, mais de 100 mil docentes concluíram cursos pela plataforma.

O prazo para os gestores estaduais e municipais confirmarem (por meio das ferramentas Simec e PDDE Interativo, módulo Educação Conectada) as escolas aptas a receber conexão termina nesta sexta-feira, 8. As instituições beneficiadas precisam ter no mínimo 15 alunos matriculados, três computadores disponíveis para eles, um computador para uso administrativo e uma sala de aula em funcionamento.

 

Leia o artigo 5 propostas para a educação no Brasilpublicado no Blog do Desenvolvimento.