Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

20:38 20 de May de 2022

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:12:36 25/08/2021 |INSTITUCIONAL

Ultima atualização: 13:07 25/08/2021

Sergio Dutti/CNI
Atividades de inovação industrial terão participação dos Institutos Senai

• ACT prevê estudos para formular novos instrumentos do Banco na promoção da sustentabilidade e da inovação aberta em empresas e startups

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Confederação Nacional da Indústria (CNI) assinaram Acordo de Cooperação Técnica que tem por objetivo estimular a inovação empresarial no Brasil. O acordo prevê, entre outros itens, a realização de estudos para formulação de novos instrumentos do Banco no suporte à agenda de sustentabilidade e da inovação aberta para empresas e startups brasileiras.

O ACT foi assinado durante a mais recente reunião da MEI, em 13 de agosto. Trata-se da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) da CNI, movimento formado por mais de 300 lideranças empresariais, autoridades e representantes de instituições, criado para estimular a estratégia inovadora das empresas e ampliar a efetividade das políticas públicas de apoio à inovação. A participação do Banco no fórum é uma das iniciativas prevista no Acordo. 

“Nós temos um trabalho muito amplo, fruto desse acordo, que envolve estimular o nosso sistema de cooperação, fomentar as políticas públicas de inovação ligadas às temáticas ESG e estimular o desenvolvimento das cadeias produtivas voltadas à economia do conhecimento e à bioeconomia”, disse, durante o encontro, o diretor de Crédito Produtivo e Socioambiental do BNDES, Bruno Aranha. 

A participação na MEI permitirá ao BNDES ouvir e ser ouvido pela sociedade civil e a indústria, de maneira a aprimorar seu atendimento às demandas da sociedade. "Essa troca permanente de informações sobre o meio empresarial e o BNDES é instrumento relevante para sua atuação na sociedade", avaliou Adolfo Saubermann, da Gerência de Inovação do Banco. 

À CNI interessa apoiar o BNDES no desenvolvimento e na divulgação de novos produtos voltados à inovação, desde oferecimento de crédito até o desenvolvimento de fundos de investimentos temáticos. Nesse sentido, está no horizonte do ACT a participação do BNDES na aproximação de empresas e fundos de investimentos. 

“A assinatura do Acordo representa a renovação de uma parceria que promove a convergência de esforços de duas instituições que têm, em sua estratégia, a inovação como missão”, sintetizou a chefe do Departamento de Planejamento e Governança do Banco, Luciana Capanema. 

As atividades de inovação industrial ocorrerão com a participação dos Institutos Senai de Inovação. Criada com apoio financeiro do BNDES, essa rede de Institutos trabalha desde a fase pré-competitiva do processo inovativo até a etapa final de desenvolvimento, quando o novo produto está prestes a ser fabricado pela indústria. Portanto, o SENAI constará como interveniente deste Acordo.