BNDES - Agência de Notícias

11:20 19 de April de 2019

Por: Agência BNDES de Notícias

15:03 08/11/2018 |INDÚSTRIA |INOVAÇÃO

Christina Morillo/Pexels

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) lançaram na quinta-feira, 8, em São Paulo, chamada para seleção de projetos-piloto de internet das coisas (IoT, do inglês internet of things) com foco na indústria. As três instituições destinarão aos projetos até R$ 15 milhões, que deverão ser investidos na montagem e operação de testbeds, plataformas de teste que reproduzem um cenário real, podendo reproduzir as condições de um ambiente fabril sem paralisar a linha de produção.

O anúncio foi feito pela diretora de Empresas do banco de fomento, Cláudia Prates, na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em São Paulo.

“Esse lançamento é uma consequência das conclusões do estudo 'Internet das Coisas: um Plano de Ação para o Brasil', realizado pelo BNDES em parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Mais do que recursos, esse trabalho coordenado com Senai e Embrapii permite uma união de esforços para tornar a indústria mais competitiva”, disse Claudia.

A chamada é voltada aos Institutos Senai de Inovação, mas tem como foco projetos específicos de empresas ou consórcios industriais de qualquer porte das seguintes áreas: manutenção preditiva de processos industriais; monitoramento de processos, ativos e atividades; otimização e flexibilização do processo produtivo para redução de estoques; e projetos de novos produtos que incorporem recursos de IoT.

Cada proposta selecionada receberá pelo menos R$ 1 milhão em recursos não-reembolsáveis. Os responsáveis por cada projeto deverão aplicar, no mínimo, 50% do apoio recebido. Essa contrapartida poderá ser composta recursos próprios, outros instrumentos de crédito do BNDES ou parceria com os Institutos Senai de Inovação.

Pilotos de IoT – O BNDES lançou em junho uma chamada para projetos-piloto de internet das coisas com aplicação nos ambientes rural, cidades e saúde. Com valor inicial de R$ 15 milhões, o processo seletivo recebeu 54 propostas, que estão sendo avaliadas pelo banco de fomento. Com o sucesso da chamada, o orçamento foi ampliado para R$ 30 milhões.

A iniciativa foi uma das recomendações do estudo Internet das Coisas: um plano de ação para o Brasil, realizado em parceria com o MCTI.

Saiba mais.