BNDES - Agência de Notícias

Sat Oct 19 00:13:42 UTC 2019 Sat Oct 19 00:13:42 UTC 2019

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:10:25 12/08/2019 |INSTITUCIONAL

Ultima atualização: 10:30 12/08/2019

Albino Oliveira/Ascom ME

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) obteve nota 10 na 4ª Certificação do Indicador de Governança (IG-Sest), divulgada nesta sexta, 9, em cerimônia em Brasília. Apenas 14 estatais atingiram essa pontuação. Nas edições anteriores, o banco de fomento havia conquistado nota 9,5.

O IG-Sest é um reconhecimento às melhores práticas de governança nas estatais. O prêmio foi entregue à chefe do Departamento de Compliance do BNDES, Patrícia Gouveia, por Fernando Antônio Soares, secretário de Coordenação e Governança das Empresas Estatais.

“Desde o primeiro ciclo de avaliação, o BNDES vem obtendo notas elevadas, sendo classificado no nível 1 de governança. Isso comprova os esforços dos últimos anos no aperfeiçoamento da gestão e da transparência e demonstra o compromisso da instituição na busca constante pela evolução das suas práticas internas”, disse Patrícia.

Neste quarto ciclo, a média das empresas estatais federais cresceu 16%, passando de 7,3 pontos para 8,48 pontos. Entre as mais de 60 empresas públicas e sociedades de economia mista avaliadas neste ciclo de certificação, o BNDES ficou entre as 14 mais bem classificadas no ranking, juntamente a Banco do Brasil, Caixa, Eletrobras e Petrobras.

IG-Sest – A Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), vinculada à Secretaria de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, mensura os avanços de melhores práticas de governança nas empresas estatais, utilizando como instrumento de controle contínuo o Indicador de Governança (IG-Sest).

A metodologia aplicada é composta pelas seguintes dimensões: gestão, controle e auditoria; transparência das informações; e, por fim, conselhos, comitês e diretoria. A partir dos resultados apresentados no período, são aferidas notas de classificação e o nível de certificação da empresa.

Neste 4º ciclo, existem 61 empresas participantes e a prioridade foi avaliar a efetividade do funcionamento das estruturas de governança implementadas e a adoção das melhores práticas corporativas utilizadas no mercado.