Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

20:30 05 de June de 2023

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:14:25 23/05/2023 |INSTITUCIONAL

Ultima atualização: 14:37 23/05/2023

Rossana Fraga/Divulgação BNDES

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, assinou nesta terça-feira, 23, Portaria que institui o Grupo de Trabalho Empoderamento Negro para a Transformação da Economia, que tem por objetivo propor medidas de fortalecimento da equidade racial no BNDES.

A medida foi formalizada em seminário realizado na sede do Banco com apoio da Open Society Foundations (saiba mais aqui), cuja abertura foi marcada por desagravo ao jogador brasileiro Vinicius Junior, vítima de racismo em jogo da liga espanhola no último domingo. “Estamos juntos contigo na busca de uma sociedade antirracista”, disse Mercadante, ao ler trecho de carta que será enviada ao atleta.

Formado por 14 empregados do Banco, o Grupo de Trabalho instituído hoje tem, entre suas atribuições, acompanhar a elaboração e execução de um novo censo para identificar a composição étnico racial dos empregados do BNDES, propor medidas para impulsionar a diversidade, a equidade e a inclusão da população negra no ecossistema do Banco e apresentar propostas para adequar sua atuação a legislações como a Convenção Interamericana contra o Racismo, a Discriminação Racial e Formas Correlatas de Intolerância e o Estatuto da Igualdade Racial.

Também estão entre os objetivos do colegiado sistematizar estudos de ações afirmativas para negras e negros no BNDES e em outros Bancos de Desenvolvimento, além de mapear, analisar e propor ações para o empoderamento da população negra no País, em interlocução com órgãos públicos e instituições da sociedade civil.

“Vamos sair daqui com algumas tarefas, e não apenas para o Banco. Próximo dia 20 de novembro, data de Zumbi, vamos lançar um documento para incluir nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODSs) a questão do racismo. Queremos colocar essa agenda em discussão na ONU”, adiantou o presidente do BNDES.

O Seminário Empoderamento Negro para Transformação da Economia segue ao longo do dia, com a participação das ministras Anielle Franco (Igualdade Racial) e Margareth Menezes (Cultura), os CEOs do Magazine Luiza, Helena Trajano, e do grupo Mondelez, Liel Miranda, o embaixador da África do Sul, Vusumuzi W. Mavimbela, acadêmicos, diretores do BNDES e executivos dos bancos Standard Bank, Development Bank of Southern Africa, JP Morgan Chase & Co.