Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

Thu Dec 02 20:44:38 UTC 2021 Thu Dec 02 20:44:38 UTC 2021

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:19:25 08/11/2021 |INSTITUCIONAL |MEIO AMBIENTE

Ultima atualização: 15:44 09/11/2021

Karwai Tang - UK Government
  • Entre participações no espaço do Brasil, do IDFC e da ONU, Banco tem agenda até sexta, 12, na COP26

 

Comitiva do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), liderada pelo presidente Gustavo Montezano e pelo diretor de Crédito Produtivo e Socioambiental, Bruno Aranha, cumpre agenda de compromissos, até a próxima sexta-feira, 12, em Glasgow (Escócia), durante a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2021 (COP26).

O Banco chega à conferência com uma missão: promover a mobilização e alocação de recursos em projetos verdes no Brasil, se apresentando como uma instituição capaz de apoiar o país em uma transição justa, reduzindo as desigualdades, rumo à neutralidade de emissões até 2050, conforme o compromisso assumido pelo Brasil para o Acordo de Paris, atualizado em 2021.

Para tanto, o BNDES leva na bagagem a Glasgow não apenas o seu conhecimento do ambiente de negócios no Brasil, mas também números que mostram por que ele já é, por exemplo, a segunda instituição que mais apoia energias renováveis no mundo, segundo a Bloomberg, o número 1 na temática socioambiental entre os bancos brasileiros, de acordo com o IDEC, e membro do top dois por cento das empresas mais sustentáveis, segundo a Vigeo Eris.

Para mostrar que o seu compromisso já é realidade, o BNDES consolidou informações que atestam 52 milhões de toneladas de emissões que estão sendo evitadas ao longo da vida útil dos projetos apoiados — o que equivale a 19 anos sem carros na cidade de São Paulo —, R$ 94 bilhões destinados à Economia Verde desde 2015, 8,5 milhões de pessoas contempladas com saneamento desde 2020 e mais de 30 mil cisternas implantadas no Nordeste brasileiro. O Banco também se apresenta na conferência como precursor em soluções financeiras, de que é exemplo o Fundo Clima, e captações inovadoras, como as letras verdes de 2020.

Agenda – De acordo com seu papel de instituição multifacetada, que disponibiliza crédito, auxilia na agenda de governo, articula parcerias ente atores públicos e privados e mobiliza capital privado para a economia verde, o BNDES participa de diferentes fóruns da COP26 com uma série de organizações. Além da presença no espaço do Brasil, cuja delegação este ano é liderada pelo Ministério do Meio Ambiente, o Banco também tem presença significativa no pavilhão do International Development Finance Club (IDFC), do qual é membro, participa como convidado de eventos de outros bancos, além de um no próprio pavilhão da ONU. Confira a lista com os principais eventos abaixo:

 

PRÓXIMOS EVENTOS:

Terça, 9 de novembro

O quê: Painel: Energy Compact Showcase at the SDG7 Pavilion in the Blue Zone  (10h40 - horário de Brasília)

Quem: presidente Gustavo Montezano

Onde: Pavilhão da ONU

Para assistir, registre-se no link: https://webapp.spotme.com/welcome/secaa21

Quarta, 10 de novembro

O quê: painel “The role of DFI’s in mobilizing resources to a net-zero objective” (6h30 - horário de Brasília) – Assista em: https://www.idfc.org/idfc-is-at-cop-26-in-glasgow-uk/

Quem: diretor Bruno Aranha

Onde: Pavilhão IDFC

O quê: painel “Fortalecimento da agenda florestal brasileira: contribuições do BNDES” (12h - horário de Brasília) – Transmissões pelo canal do MMA no YouTube (https://www.youtube.com/user/mmeioambiente)

Quem: presidente Gustavo Montezano

Onde: Pavilhão Brasil MMA

O quê: painel “Compromisso do Brasil com a neutralidade em carbono: papel dos bancos públicos” (16h-16h45) - Transmissões pelo canal do MMA no YouTube (https://www.youtube.com/user/mmeioambiente)

Quem: presidente Gustavo Montezano

Onde: Pavilhão Brasil MMA

Quinta, 11 de novembro

O quê: painel “Transição para uma economia de baixo carbono: apoio às empresas com o Fundo Clima” (8h - horário de Brasília)

Quem: diretor Bruno Aranha - Transmissões pelo canal do MMA no YouTube (https://www.youtube.com/user/mmeioambiente)

Onde: Pavilhão Brasil MMA

O quê: painel “Operationalizing Paris alignment (German Watch)” (10h30 - horário de Brasília) – Assista em: https://www.idfc.org/idfc-is-at-cop-26-in-glasgow-uk/

Quem: diretor Bruno Aranha

Onde: Pavilhão IDFC

Sexta, 12 de novembro

O quê: painel “BNDES – Apoio ao empreendedorismo sustentável” (11h - horário de Brasília)

Quem: diretor Bruno Laskowsky (DRI4) - Transmissões pelo canal do MMA no YouTube (https://www.youtube.com/user/mmeioambiente)

Onde: Pavilhão Brasil MMA

O quê: Painel “The Amazon: Integrated actions for sustainable development” (8h30 – horário de Brasília) – Assista em: https://www.idfc.org/idfc-is-at-cop-26-in-glasgow-uk/

Quem: diretor Bruno Aranha

Onde: Pavihão IDFC

 

JÁ REALIZADOS:

Segunda, 8 de novembro

O quê: painel “Acelerando y financiando la implementación de los Planes de Acción Climática de municipios en América Latina” (REALIZADO)

Quem: superintendente Júlio Leite

Onde: Pavilhão Euroclima+

O quê: painel “How are PDBs increasing their contribution to the Adaptation Goal of the Paris Agreement? (MCI)” (REALIZADO)

Quem: Chefe DEMAF Nabil Kadri

Onde: Pavilhão IDFC

 

Sábado, 6 de novembro

O quê: painel: “How to unlock barriers to scaling-up climate finance for a more transformative climate finance (CPI/AFD)” (REALIZADO)

Quem: superintendente Júlio Leite

Onde: Pavilhão IDFC

Quinta, 4 de novembro

O quê: painel “PDBs access to climate finance for adaptation” (REALIZADO)

Quem: diretor Bruno Aranha

Onde: Pavilhão FIDA

O quê: painel “Facilitating Energy Transition through Sustainable Finance” (REALIZADO)

Quem: diretor Bruno Aranha

Onde: Pavilhão IDFC

 

Quarta, 3 de novembro

O quê: painel “Financiamento climático – sessão de política públicas” (REALIZADO)

Quem: diretor Bruno Aranha

Onde: Brazil Climate Action Hub

 

Terça, 2 de novembro

O quê: painel "A key player for financing the transition towards low-carbon and climate-resilient development" (REALIZADO)

Quem: presidente Gustavo Montezano

Onde: Pavilhão IDFC