BNDES - Agência de Notícias

22:07 20 de September de 2019

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:19:00 11/07/2019 |MICRO, PEQUENAS E MÉDIAS |SUDESTE

Ultima atualização: 11:43 12/07/2019

Nesta quinta-feira, 11, a cidade de Uberlândia (MG) recebeu a 3ª edição do “Dia BNDES da Média Empresa”. O encontro, na sede da prefeitura municipal, faz parte do ciclo de encontros regionais promovidos pelo Banco, que combinam palestras sobre linhas de financiamento, orientação financeira, atendimento empresarial e reuniões de negócios.

O encontro reuniu mais de 100 pessoas, entre empresários, representantes de bancos repassadores e prefeitos da região e do Triângulo Mineiro, que foram atendidos pelos técnicos das áreas de Fomento e Originação de Negócios e de Operações e de Canais Digitais do BNDES. Além da Prefeitura, a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), a Fundação Dom Cabral (FDC), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Bradesco, Itau, Santander, Banco Safra e Sicoob também participaram do evento.

Na abertura, o superintendente de Fomento e Originação de Negócios do BNDES, Cláudio Leal, afirmou que as escolhas dos municípios participantes da iniciativa refletem um olhar amplo sobre o desenvolvimento: “Isso está no DNA e na história do BNDES, associada aos ciclos de financiamento, desenvolvimento e crescimento da economia brasileira”.

DiaBNDESMediaEmpresa_uberlandia_2019-07-11 (18)

 
Claudio Leal, superintendente de Fomento e Originação de Negócios do BNDES durante abertura da 3ª edição do Dia BNDES da Média Empresa. (Foto: Marco Tulio Reis/BNDES)


Segundo ele, esses encontros são oportunidades de aprendizado em que o Banco busca entender as realidades locais e a dinâmica econômica de cada região. “A iniciativa do ciclo de encontros regionais e o foco em médias empresas são fruto da conscientização interna, formulada nos últimos anos, de que ‘o BNDES tem que ir a campo’”, revelou.

Para o BNDES, as médias empresas (clientes com faturamento entre R$ 4,8 milhões e R$ 300 milhões) possuem papel fundamental na economia, por sua capacidade de gerar emprego e incorporar novas tecnologias. Em 2018, o Banco desembolsou R$ 16,3 bilhões para empresas de porte médio, num total de 55.752 operações, o que correspondeu a 19% dos clientes da instituição no período.

“Existe uma dinâmica associada a emprego, inovação e geração de conhecimento que é conduzida pelas MPMEs. E, uma atenção especial deve ser dada às médias empresas, que já demonstraram capacitação a ponto de terem crescido e se tornarem o que são hoje, mas que ainda enfrentam desafios para dar passos mais largos em direção ao seu fortalecimento e melhoria de governança”, concluiu o superintendente do Banco.

Em comunicado, o prefeito de Uberlândia, Odelmo Leão, elogiou a parceria com o BNDES na realização do encontro. “Isso faz parte dos nossos esforços para fomentar e fortalecer a micro e pequena empresa, ampliar a competitividade das médias e atrair grandes empresas para Uberlândia, que hoje é um dos principais destinos de investimento do país”, diz a nota.

DiaBNDESMediaEmpresa_2_2019-07-11 (9)

Em reuniões de negócios, prefeitos mineiros são atendidos pelos técnicos do BNDES (Foto: Marco Tulio Reis/BNDES)

 


Palestras – “Como o BNDES pode apoiar a sua empresa?” foi o tema da palestra conduzida pelo chefe do Departamento de Estratégia de Fomento e Originação de Negócios, Ruy Gomes, e pelo gerente do Departamento de Clientes e Relacionamento Institucional, Cláudio Rabelo, que explicaram as condições de produtos, programas e linhas de financiamento do Banco para as médias empresas.

Na sequencia, o gerente Isidro Velasco Rios apresentou a história da Bem Brasil Alimentos, maior fabricante brasileira de batata frita congelada, que possui duas fábricas em Minas, nos municípios de Araxá e Perdizes. Juntas, as duas plantas, empregam cerca de 600 pessoas e geram outros 3 mil empregos indiretos e produzem até de 250 mil toneladas/ano do produto, o que representa 55% do mercado nacional. Desde 2005, o BNDES já financiou 49 operações da Bem Brasil Alimentos, com desembolsos da ordem de R$ 112 milhões.

Encerrando a manhã de apresentações, o diretor Comercial e de Produtos do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Gustavo Vasconcelos, proferiu palestra sobre a atuação do banco como um dos parceiros do empresariado mineiro na facilitação de investimentos e desenvolvimento da economia do estado.

DiaBNDESMediaEmpresa_uberlandia_2019-07-11 (13)Claudio Rabelo, gerente do Departamento de Clientes e Relacionamento Institucional, explica linhas de financiamento do Banco para as médias empresas. (Foto: Marco Tulio Reis/BNDES)

 

Novas linhas de financiamento para médias empresas

O BNDES oferece diversas linhas de financiamento para médias empresas que atendem diversas necessidades dos empreendedores.

Para investir em implantação ou ampliação de empreendimentos, com ganhos de produtividade, sustentabilidade, solidez financeira, competitividade e/ou governança em empresas, é possível solicitar financiamento a partir de R$ 10 milhões no BNDES Crédito Direto Médias Empresas, um dos mais novos produtos do portfólio, lançado em março desse ano.

Também criado recentemente, o BNDES Direto 10 muda a lógica de operar do Banco, tornando-o mais próximo dos clientes. Operado diretamente pelo BNDES, essa linha de financiamento oferece de R$ 1 milhão a R$ 10 milhões, para investimentos em setores de alta complexidade tecnológica e intensivos em conhecimento: Tecnologia da Informação e Comunicações (TIC), Educação, Economia Criativa, Eficiência Energética e Geração Distribuída, Complexo Industrial da Saúde, Autopeças, Bens de Capital (BK) e Defesa.

Entre outras demandas, o BNDES também atende: crédito rotativo para o dia-a-dia da empresa (Cartão BNDES), crédito para projetos de implantação, ampliação, recuperação e modernização de ativos fixos, bem como projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (BNDES Automático e BNDES Finem). Para aquisição de máquinas e equipamentos, o empresário pode contar com o BNDES Finame ou BNDES Finame Direto, esta também operada sem intermediário financeiro, diretamente com o Banco. Já o financiamento à comercialização de bens brasileiros no exterior, por meio de bancos estrangeiros, é realizado por meio do BNDES Exim Automático.

Saiba mais sobre o "Dia BNDES da Média Empresa" e todas as linhas disponíveis para esse segmento no site do BNDES