BNDES - Agência de Notícias

11:36 19 de April de 2019

Por: Agência BNDES de Notícias

18:19 21/03/2019 |MERCADO DE CAPITAIS

BNDES/Divulgação

• Com mais de 5 mil inscritos, BNDES e consórcio Wayra/Liga Ventures selecionaram projetos de todas as regiões do país

• Empreendedores não selecionados poderão integrar rede para recebimento de informações sobre inovação e possibilidade de geração de negócios

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o consórcio Wayra/Liga Ventures selecionaram 79 grupos de empreendedores que farão parte da primeira fase do programa BNDES Garagem, quantidade superior à previsão inicial, que era de 60 participantes. Os selecionados apresentaram projetos em áreas como educação, saúde, segurança, soluções financeiras, economia criativa, meio ambiente, blockchain e internet das coisas.

 

BNDES seleciona 79 startups para programa de criação e aceleração

Lustosa: em busca de novos modelos de negócio e do fortalecimento do ecossistema de inovação

 

“Com o BNDES Garagem, esperamos promover e testar novos modelos de negócio e fortalecer o ecossistema de inovação”, afirmou Eliane Lustosa, diretora da BNDES Participações (BNDESPAR), subsidiária de participações societárias do banco de fomento.

A iniciativa é composta por dois módulos: aceleração e criação. No primeiro deles, 30 startups já operacionais — com receita bruta anual até R$ 16 milhões — que dispõem de produtos desenvolvidos integrarão a etapa de aceleração por seis meses, quando trabalharão no aprimoramento de suas soluções. No outro, 49 equipes de empreendedores com propostas de negócios inovadores vão trabalhar durante quatro meses no desenvolvimento ou aprimoramento de produtos mínimos viáveis (MVPs, do inglês minimum viable products).

O objetivo é que as empresas ganhem musculatura suficiente para gerar novos negócios, por meio da atração de potenciais investidores e clientes. Ao fim do programa, está prevista a realização de um evento onde equipes de empreendedores e startups apresentarão suas soluções a potenciais interessados.

Coworking – A partir de abril de 2019 os participantes desenvolverão suas atividades no WeWork Carioca, no centro do Rio de Janeiro, onde contarão com estrutura física, além de apoio tecnológico, administrativo, jurídico, contábil e de comunicação. A proximidade com outros participantes do programa em um mesmo ambiente estimulará o networking e o próprio desenvolvimento de novos negócios. Os participantes também serão acompanhados por mentores, profissionais que contribuirão com sua experiência e seu conhecimento setorial.

Seleção – O projeto recebeu 5.056 inscrições entre dezembro de 2018 e janeiro de 2019 e contou com participantes de todos os Estados e do Distrito Federal. No total, 669 cidades tiveram projetos apresentados, com 2271 startups que se inscreveram para o programa de aceleração e 2785 para o de criação. Ao fim, foram selecionados projetos de todas as regiões do país. Os empreendedores e startups não selecionados serão convidados a integrar a rede BNDES Garagem. Nela, poderão receber informações sobre o programa e o ecossistema de inovação além de manter uma relação com o BNDES que pode se converter em oportunidade de negócios.

Confira a lista dos projetos selecionados e saiba mais sobre o BNDES Garagem