Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

Sat May 21 00:07:10 CEST 2022 Sat May 21 00:07:10 CEST 2022

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:16:39 26/04/2022 |SAÚDE |NORDESTE

Ultima atualização: 16:46 26/04/2022

  • Com 71 leitos hospital atenderá região centro-sul do Ceará, com 390 mil habitantes
  • Com inauguração prevista para junho de 2024, unidade gerará 225 empregos

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento para construção de hospital da rede Unimed em Iguatu, no Ceará. O Hospital Geral Centro-Sul contará inicialmente com 71 leitos – número que chegará a 100 em um segundo momento – e atenderá toda a região centro-sul do Estado, que conta com uma população de 390 mil habitantes. Após a conclusão das obras a unidade deve gerar 225 empregos, sendo 104 diretos e 121 indiretos. O financiamento do BNDES será de R$ 11,3 milhões e valor total do projeto, de R$ 26 milhões.

O Projeto, que deve ser concluído em junho de 2024, viabilizará maior acesso à saúde para a população de Iguatu, Acopiara, Cariús, Cedro, Icó, Jucás, Orós, Quixelô, Saboeiro e Várzea Alegre. Considerando apenas a capacidade de atendimento inicial logo após a inauguração, a unidade ampliará de 2,9 para 3,6 leitos por mil habitantes na cidade e de 2,1 para 2,2 na região. O novo hospital diminuirá a necessidade de deslocamento até a capital cearense. Com a construção da unidade, a Unimed Ceará será a primeira operadora de plano de saúde com unidade hospitalar própria na região.

De acordo com Bruno Aranha, Diretor de Crédito Produtivo e Socioambiental do BNDES, a oferta de bons serviços privados de saúde é essencial para a organização do setor e para a complementariedade dos serviços públicos prestados através do SUS. “O apoio do BNDES a um novo hospital no interior do Ceará, ainda com carência de infraestrutura em saúde, irá contribuir para um melhor e mais resolutivo atendimento dos pacientes na região, reduzindo a necessidade de deslocamento para a capital", explica o executivo.

O hospital – Em área construída de 5.762 m², a 5 km do centro de Iguatu, o hospital trará ampliação do número de leitos por mil habitantes na região. O hospital contará com centro cirúrgico, salas de pronto atendimento e consultórios, centro de internação, uma unidade de Terapia Intensiva e Centro de Diagnóstico e Imagem.

Sobre o BNDES – Fundado em 1952 e atualmente vinculado ao Ministério da Economia, o BNDES é o principal instrumento do Governo Federal para promover investimentos de longo prazo na economia brasileira. Suas ações têm foco no impacto socioambiental e econômico no Brasil. O Banco oferece condições especiais para micro, pequenas e médias empresas, além de linhas de investimentos sociais, direcionadas para educação e saúde, agricultura familiar, saneamento básico e transporte urbano. Em situações de crise, o Banco atua de forma anticíclica e auxilia na formulação das soluções para a retomada do crescimento da economia.