Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

Sun Jan 29 00:21:53 CET 2023 Sun Jan 29 00:21:53 CET 2023

Publicação:10:42 30/11/2022 |ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Ultima atualização: 10:50 30/11/2022

O BNDES realizou, nos dias 21 e 22 de novembro, o Workshop BNDES de Cidades Inteligentes e Governo Digital, no Rio de Janeiro. O Banco vem promovendo novos projetos de cidades inteligentes e governo digital no âmbito do Programa de MOdernização da Admnistração Tributária (PMAT) com vários municípios no Brasil.

Para aprofundar esta interlocução, o Banco reuniu representantes de sete prefeituras que, no momento, discutem projetos de cidades inteligentes e governo digital. Belo Horizonte, Campinas, Joinville, Jundiaí, Manaus, Osasco e Porto Alegre participaram apresentando iniciativas em governo digital e monitoramento urbano em andamento e compartilhando ideias, experiências e desafios enfrentados na implantação de seus projetos.

O debate sobre os desafios de implementação de projetos de cidades inteligentes no Brasil, com foco no impacto das soluções e arranjos institucionais necessários foi objeto da mesa inicial, moderada por Gabriel Filártiga, chefe do Departamento de Gestão Pública (AGS/DEGEP), com a participação de especialistas no tema: Alexandre Cardeman, chefe Executivo do Centro de Operações Rio; Paula Faria, idealizadora da Plataforma Connected Smart Cities; e Ricardo Poppi, Consultor do BID em Transformação Digital no setor público. Representantes da São Paulo Parcerias e da Prefeitura de São José dos Campos contribuíram ainda com o evento apresentando casos de sucesso relacionados a parcerias público privadas e certificação em cidades inteligentes.

O BNDES tem, entre seus objetivos estratégicos, o de fomentar projetos que aumentem a qualidade dos serviços públicos, que melhorem o ambiente de negócios e que promovam a eficiência da administração pública, com melhorias de gestão e eficiência na arrecadação de tributos. Alinhado a este objetivo, o workshop visou contribuir para o aprimoramento dos projetos a partir de casos de sucesso, de soluções já testadas e da troca de conhecimento entre os participantes, buscando maximizar o impacto das ações que poderão ser financiadas pelo Banco. 

“Incentivar a adoção de tecnologias inovadoras nas cidades, seja na digitalização de serviços públicos ou nas áreas de segurança e iluminação pública, por exemplo, podem promover uma gestão mais inteligente e sustentável dos recursos públicos e a melhoria da qualidade de vida da população, com alto potencial de retorno econômico e social”, afirmou Julio Leite, superintendente da Área de Gestão Pública e Socioambiental (AGS), que encerrou o evento.

Essas iniciativas acontecem dentro de um contexto mais amplo. Desde 2020, o Banco vem atuando em articulação com a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia e com o Banco Interamericano de Desenvolvimento, com vistas a fomentar a agenda de Governo Digital municípios brasileiros. A parceria envolveu a elaboração do diagnóstico de maturidade digital e o desenvolvimento de planos de ação em 14 municípios e culminou no lançamento da Plataforma Rede GOV.BR, em 2022.