BNDES - Agência de Notícias

23:06 20 de September de 2020

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:18:32 31/10/2019 |AGRICULTURA |INDÚSTRIA |SUL

Ultima atualização: 18:36 31/10/2019

Divulgação Coamo
Porto de Paranaguá: com foco na exportação de grãos, Coamo posta na ampliação da capacidade de armazenamento

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 191,2 milhões à Coamo Agroindustrial Cooperativa para investimentos em armazenagem de grãos no Porto de Paranaguá (PR). Os recursos, oriundos do orçamento do Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA), serão repassados ao cliente pelo Itaú Unibanco, que assume o risco de crédito da operação.

O valor aprovado corresponde ao total a ser investido no projeto que compreende a ampliação da capacidade estática de armazenagem de grãos em 87.100 toneladas e do volume de embarque em 4.000 ton/hora. Os investimentos contemplam obras civis, máquinas e equipamentos, montagens e instalações.

Durante a fase de implantação, a Coamo estima a criação de 550 postos de trabalho temporários. Após a conclusão, a previsão é ampliar os quadros da empresa em Paranaguá de 120 para 165 funcionários.

“Este investimento consolidará a atuação da cooperativa, que agrega a produção de mais de 28 mil cooperados, como um dos maiores exportadores de grãos do País”, afirma o gerente Alexandre Cruz, do Departamento do Complexo Agroalimentar e de Biocombustíveis do BNDES.

Perfil da empresa – Fundada em 1970 em Campo Mourão, Centro-Oeste do Paraná, por um grupo de 79 agricultores da região, a Coamo se tornou a maior cooperativa agrícola do País, responsável por cerca de 3,2% da produção nacional de grãos e fibras. Atualmente são mais de 100 mil pessoas beneficiadas diretamente pela cooperativa, nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul.

No ano passado, a Coamo faturou US$ 1,8 bilhão com a exportação recorde de 4,58 milhões de toneladas de produtos agrícolas industrializados e in natura, consolidando a posição de maior exportador do Estado do Paraná e um dos maiores do País.