Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

Thu Dec 02 19:14:22 UTC 2021 Thu Dec 02 19:14:22 UTC 2021

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:12:40 12/11/2021 |CULTURA |SUDESTE

Ultima atualização: 16:20 16/11/2021

André Telles - Divulgação/BNDES
  • Fachadas e telhado do Bloco I, onde as obras irão começar, representam 50% da área do Museu

  • Entrega dessa etapa está prevista para as comemorações do Bicentenário da Independência

  • Há 23 anos, sem interrupção, o Banco vem apoiando o patrimônio cultural brasileiro com investimento de R$ 650 milhões

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) participou, nesta sexta-feira 12, do encontro para anunciar o início das obras de restauração das fachadas e do telhado do Bloco I, no Paço de São Cristóvão, que abriga o Museu Nacional. O diretor de Crédito à Infraestrutura, Petrônio Cançado, representou o Banco, que aportou mais R$ 28 milhões em dezembro de 2020, totalizando um apoio de R$ 50 milhões para o projeto. O BNDES apoia as obras do Bloco I com R$ 23,6 milhões.

Esta é uma etapa importante para a reconstrução do edifício histórico, pois representa 50% da área do Museu. A sua entrega está prevista para setembro do próximo ano, comemorando o Bicentenário da Independência. No apoio financeiro do Banco estão incluídos recursos para ampliar a comunicação e o relacionamento do Museu Nacional com a sociedade, aumentando as atividades educativas e a realização de exposições itinerantes.

Segundo o diretor Petrônio, “o BNDES está totalmente comprometido com a reconstrução do Museu Nacional, um dos nossos mais importantes e simbólicos patrimônios. Estamos auxiliando nos estudos para garantir a sustentabilidade financeira do Museu, quando da sua inauguração, incluindo seu fundo patrimonial. Essas iniciativas fazem parte do compromisso do banco com a agenda ASG, que visa preservar o legado de antigas gerações e, a partir dele, promover o desenvolvimento econômico e social sustentável”.

WhatsApp Image 2021-11-12 at 11.06.07 (2)

Petrônio Cançado (BNDES) ao lado do diretor do Museu Nacional, Alexandre Kellner


Para enfrentar o desafio da reconstrução desse ícone do patrimônio nacional, foi estruturado o Projeto Museu Nacional Vive, fruto de um acordo de cooperação técnica entre a UFRJ, a Unesco e o Instituto Cultural Vale. O projeto conta com patrocínio do BNDES, UFRJ, Bradesco e Vale.

Governança – Importante ressaltar o quanto é necessária uma boa gestão e governança para coordenar as ações que levarão à reestruturação total do Museu Nacional. Para isso, criou-se um Comitê Executivo com o objetivo de acompanhar as ações, planejar as prioridades e reforçar a segurança para que novos apoiadores se integrem ao projeto.

O Grupo de Trabalho de Governança e Sustentabilidade é coordenado pelo BNDES, que já realizou dois webinários, neste ano de 2021, para tratar desse tema em relação à manutenção financeira dos museus. Os encontros contaram com a presença de representantes do setor cultural, que apontaram diversos modelos de governança, de possibilidades de receitas e de que maneira elas influem na sustentabilidade dos museus.

Apoio – Há 24 anos o BNDES presta apoio ininterrupto ao patrimônio cultural brasileiro. Isto faz dele um dos maiores apoiadores do setor, contabilizando mais de 200 monumentos beneficiados e R$ 650 milhões investidos.

Ao apoiar a preservação do patrimônio cultural brasileiro, o BNDES, por ser um banco de desenvolvimento, considera importante estimular a visão de planejamento, a melhoria na administração do binômio gestão/governança e a busca pela sustentabilidade financeira de longo prazo.

Além disso, o Banco reconhece a importância de preservar a memória cultural, para sedimentar as bases da identidade nacional, e resgatar nossa história, para que se reflita sobre a construção do nosso futuro. A partir desses ativos, certamente irão se criar oportunidades de impulsionar o desenvolvimento.

WhatsApp Image 2021-11-12 at 11.06.08

MuseuNscional_AndreTelles2