Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

Thu Dec 02 18:48:27 UTC 2021 Thu Dec 02 18:48:27 UTC 2021

Por: Agência BNDES de Notícias

Publicação:13:33 22/11/2021 |INDÚSTRIA |SUL

Ultima atualização: 14:21 22/11/2021

Cotribá
  • Atuação do Banco como garantidor ajuda a alavancar recursos privados para o agronegócio e traz segurança para investidores
  • Participação do BNDES e da cooperativa Cotribá possibilitou taxa competitiva de remuneração do CRA

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apoiou a emissão de R$ 97,52 milhões em Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) em favor de produtores rurais cooperados da Cooperativa Cotribá, do Rio Grande do Sul. O BNDES atua como garantidor da classe sênior da emissão (80% da operação), que arrecadou os recursos junto a investidores privados, e a própria Cotribá, como investidora na classe subordinada (20% restantes da emissão). Os recursos financiarão a venda de insumos da cooperativa para 125 agricultores cooperados.

 

Os CRAs são títulos de renda fixa, emitidos por instituições securitizadoras, com objetivo de financiar o setor e agrícola. Estruturada no âmbito do produto BNDES Garantia, a operação ajuda a alavancar o crédito privado para apoiar as atividades de pequenos e médios agricultores.

 

O superintendente da Área de Indústria, Serviços e Comércio Exterior do BNDES, Marcos Rossi, explica essa forma de atuação do Banco, que vai além do fornecimento direto de crédito: “A emissão se insere na estratégia do BNDES de compartilhamento de risco e/ou de funding com o setor privado. Esse é o segundo CRA garantido pelo BNDES, tendo como um dos objetivos explorar os potenciais do mercado de CRA pulverizado. A garantia do BNDES traz segurança para o instrumento, contribuindo para atrair investidores, fortalecendo esta importante alternativa de financiamento para os produtores rurais". Como destaca Rossi, esta emissão foi precedida por uma operação-piloto realizada em abril que captou R$ 29 milhões para financiar as atividades relativas à Cotrijal, outra cooperativa do estado.

 

Liquidada no último dia 12, a emissão foi estruturada pela Ecoagro e coordenada pelo banco Bradesco BBI, responsável pela distribuição dos títulos entre os investidores interessados. A participação da própria cooperativa como investidora de parte da emissão, viabilizou uma taxa de remuneração média do CRA competitiva: CDI + 0,71% ao ano.

 

“Para nós é muito importante e gratificante sermos os responsáveis pela estruturação da segunda emissão, desta vez em parceria com a Cotribá, uma das principais cooperativas de produtores rurais do Rio Grande do Sul e do Brasil”, explica Cristian Fumagalli, sócio executivo da Ecoagro.

 

“A Cotribá tem o objetivo de tornar a produção agrícola dos seus associados mais rentável e, por isso, apoia o acesso ao crédito agrícola através do CRA. Esta é a terceira emissão que beneficia nossos produtores e este aporte de recursos é fundamental para incentivar a permanência no campo e a sucessão rural”, desta Ana Marlize Schreiner, gerente administrativa e financeira da Cotribá.

 

“Estamos muito felizes em termos atuado como coordenador único dessa oferta de sucesso, que distribuímos com exclusividade para os investidores do Bradesco. A operação teve como objetivo financiar os produtores associados da Cotribá e contou com a garantia do BNDES para o CRA Senior, como parte do movimento de fomentar o acesso dos produtores rurais ao mercado de capitais” declara Marina Rodrigues, superintendente responsável por Renda Fixa Local no Bradesco BBI

 

CRAs
Os CRAs são títulos de renda fixa lastreados em recebíveis originados de negócios entre produtores rurais – neste caso, dos cooperados da Cotribá, que cederá os direitos creditórios à Ecoagro. Na prática, servem como uma forma de financiar a produção ou comercialização de produtos, insumos e máquinas utilizados na produção agropecuária.

 

Sobre a Ecoagro
Fundada em 2007, a Ecoagro atua como elo entre a cadeia produtiva do Agronegócio e o Mercado de Capitais, estruturando operações financeiras adequadas tanto às necessidades de rentabilidade e segurança de investidores quanto à demanda de recursos para produtores e empresas.

 

Sobre a Cotribá
Com 63 pontos de negócios em 26 municípios, a Cotribá possui sede administrativa em Ibirubá/RS. É a cooperativa agropecuária mais antiga do Brasil, fundada há 110 anos. Mantém como base de sua atuação os valores do cooperativismo, visando gerar soluções aos seus associados através do fornecimento de produtos e serviços essenciais para o trabalho do produtor rural em diversos segmentos de atuação.