BNDES - Agência de Notícias

Sat Mar 23 02:11:58 UTC 2019 Sat Mar 23 02:11:58 UTC 2019

Por: Agência BNDES de Notícias

Fri Mar 01 18:47:06 UTC 2019 |INSTITUCIONAL

André Telles/Divulgação BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) acaba de aderir ao sistema Conecta-TCU, que busca organizar e centralizar o conteúdo do Tribunal de Contas da União (TCU). Dirigido a gestores de órgãos e instituições públicas, a plataforma reúne, em um único lugar, todos os processos, acórdãos, determinações e recomendações recebidas do tribunal.

O sistema foi apresentado na terça-feira, 26, a equipes das áreas Jurídica, de Comunicação e Relacionamento Institucional, de Tecnologia da Informação e de Auditoria Interna do banco por representantes do TCU. O secretário de Controle Externo da Administração Indireta no Rio de Janeiro, Carlos Borges Teixeira, garante que o Conecta TCU facilitará o trabalho de todos. “Nosso objetivo é minimizar o impacto do trabalho gerado pelas demandas do tribunal”, afirmou.

Responsável pela fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do BNDES, o TCU avalia a atuação do Banco nos aspectos de legalidade, legitimidade e economicidade. Segundo Borges, o volume de demandas ao BNDES ficou acima da média histórica em 2017 e 2018, mas que tendência atual é de redução até a normalidade. “Agradeço às equipes que nos atenderam, pois temos consciência do esforço que vocês empreenderam. Hoje reconheço que o BNDES é muito mais próximo do TCU”, afirmou.

 

BNDES adere à plataforma Conecta-TCU, que facilita comunicação com tribunal

 

“Essa ferramenta é um avanço na parceria entre as instituições, enriquecendo a agenda que já vem sendo implementada e aprimorada pelo BNDES com o objetivo de conferir, cada vez mais, transparência e acesso à informação”, disse a chefe do Departamento de Relacionamento e Atendimento aos Órgãos Externos de Controle do banco, Rosemary Martins Hissa.

Antes do sistema, para acompanhar o que o tribunal havia emitido a cada órgão ou ente, os gestores precisavam buscar acórdãos relacionados na pesquisa de jurisprudência e cadastrar-se para receber notificações cada um dos processos de seu interesse.

Com o novo canal de comunicação, será muito mais fácil aos gestores do banco conhecer e acompanhar as recomendações do TCU. “A ferramenta otimiza pesquisas e acompanhamentos dos processos, bem como auxilia no monitoramento do atendimento às determinações e recomendações. Além disso, permite o envio e o recebimento de comunicações processuais, facilitando a troca de informações, atendimento às demandas e controle de prazos”, detalhou Rosemary.