BNDES - Agência de Notícias

Sat Oct 19 01:24:58 UTC 2019 Sat Oct 19 01:24:58 UTC 2019

Notas à imprensa

Por: Agência BNDES de Notícias

19:17 24/07/2019

Respostas enviadas pelo BNDES à reportagem da Agência Pública sobre financiamento à Taurus

A Agência Pública publicou nesta quarta-feira, 24, reportagem "Apesar de Proibido, BNDES emprestou mais de R$ 60 milhões à Taurus". Ao contrário do que afirma a manchete, as operações realizadas com a empresa não são proibidas.

Confira abaixo as perguntas enviadas pelo veículo e as respectivas respostas do BNDES:

Pergunta 1: Segundo as regras de financiamento do banco https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/financiamento/guia/o-que-pode-ser-financiado, o BNDES não financia empresas do setor do comércio de armas. Contudo, o Banco já realizou empréstimos, inclusive diretos, à empresa Taurus Armas, em 2013. Esse financiamento não viola as políticas do banco? Por que o BNDES financiou uma empresa que trabalha exclusivamente com a produção de armas?

Resposta do BNDES: Não há violação da política já que a atividade econômica da Taurus S.A. é classificada, segundo o cadastro nacional de atividades econômicas (CNAE) do IBGE, como “fabricação de armas de fogo, outras armas e munições”, categoria pertencente à indústria de transformação. A restrição se refere especificamente ao comércio de armas, atividade inscrita em outra categoria no CNAE.

Pergunta 2: Já houve casos de financiamentos que foram cancelados por se tratar do setor de comércio de armas?

Resposta do BNDES: Não houve operações justamente por conta de restrição das políticas operacionais do BNDES à atividade de comércio de armas.

Pergunta 3: O BNDES lançou alguma linha de crédito específica para projetos de defesa? Há anúncios de 2017 que ela seria criada. Se existir, gostaria de saber quanto já foi financiado e quais empresas foram beneficiadas?

Resposta do BNDES: A linha anunciada em 2017 não chegou a ser criada. No entanto, o segmento pode ser financiado por meio de produtos como o BNDES Finem, BNDES Finame ou BNDES Automático, observadas as restrições e condições das políticas operacionais.