Aviso: Utilizamos dados pessoais, cookies e tecnologias semelhantes de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

BNDES - Agência de Notícias

20:23 20 de May de 2022

Blog do Desenvolvimento

05:19 11/08/2021

Sustentabilidade |
ASG |
ODS |

Pacto Global: atuação empresarial conjunta para um futuro sustentável

 

Em 2000, a Organização das Nações Unidas (ONU) lançou o Pacto Global, uma iniciativa de adesão voluntária com o objetivo de encorajar empresas no mundo todo a adotar políticas de responsabilidade socioambiental, envolvendo as áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção.

 

Desde então, mais de 16 mil membros, entre empresas e organizações de 160 países, aderiram ao pacto, que pode ser considerado a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo.

 

Em um cenário de crescente relevância da agenda ambiental, social e de governança (ASG), o Pacto Global promove uma visão comum para que as empresas atuem em conjunto rumo a um futuro sustentável para todos. 

 

Os dez princípios do Pacto Global da ONU

 

O Pacto Global promove dez princípios universais, divididos em quatro grandes grupos, que tiveram como base declarações e convenções da ONU, como descrito a seguir.

 

Direitos humanos (derivados da Declaração Universal de Direitos Humanos):

 

  1. As empresas devem apoiar e respeitar a proteção de direitos humanos reconhecidos internacionalmente.
  2. Assegurar-se de sua não participação em violações destes direitos.

 

Trabalho (derivados da Declaração da Organização Internacional do Trabalho sobre Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho):

 

  1. As empresas devem apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva.
  2. A eliminação de todas as formas de trabalho forçado ou compulsório.
  3. A abolição efetiva do trabalho infantil.
  4. Eliminar a discriminação no emprego.

 

Meio ambiente (derivados da Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento):

 

  1. As empresas devem apoiar uma abordagem preventiva aos desafios ambientais.
  2. Desenvolver iniciativas para promover maior responsabilidade ambiental.
  3. Incentivar o desenvolvimento e difusão de tecnologias ambientalmente amigáveis.

 

Anticorrupção (derivado da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção):

 

  1. As empresas devem combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

 

As organizações que aderem ao pacto assumem o compromisso de seguir esses princípios no dia a dia de suas operações, além de também se comprometerem em contribuir com a Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) – outros instrumentos da ONU para a garantia de um futuro sustentável para o planeta.

  

Resultados alcançados pelo Pacto Global

 

A ONU acompanha o avanço da implementação do pacto, divulgando um relatório de progresso anualmente. Em pesquisa realizada para a edição de 2020:

 

71% dos respondentes concordaram ou concordaram fortemente que o Pacto Global teve um papel relevante em estabelecer políticas e práticas de sustentabilidade nas empresas.

 

59% disseram que o Pacto Global foi significante ou essencial na divulgação da sustentabilidade corporativa mundialmente.

 

51% sentem que o pacto tem um importante papel na construção da visão da companhia.

 

Já entre as principais razões pelas quais as companhias participam do Pacto Global, em 2020, estavam o aumento da confiança por meio de um compromisso público com a sustentabilidade e a aquisição de conhecimento para que a sustentabilidade seja incorporada na estratégia e nas operações.

 

Apesar dos avanços, ainda há uma lacuna entre as intenções das empresas e o que é feito na prática. Mais de 90% dos respondentes disseram ter políticas que refletem os grandes grupos dos princípios: direitos humanos (90%), trabalho (94%), meio ambiente (94%) e anticorrupção (90%). Por outro lado, as ações para implementar os dez princípios na estratégia e nas operações das companhias são menos representativas. Por exemplo: enquanto 62% das empresas conduzem avaliações de impacto ambiental, somente 18% fazem avaliação de impacto para direitos humanos, 25% para anticorrupção e 29% para trabalho.

 

Outro ponto de atenção é a extensão e integração das políticas nas cadeias de fornecedores: somente 17% dos respondentes requerem que os fornecedores façam a adesão ao pacto.

 

Pacto Global no BNDES

 

O BNDES trabalha pelo desenvolvimento sustentável do Brasil e atua na promoção da Agenda 2030 a partir dos ODS, divulgando seus desembolsos por objetivo, por meio de um mapa georreferenciado, e também as entregas previstas para operações de apoio financeiro que estão associadas a um ou mais dos 17 ODS.

 

O Banco ingressou recentemente no Pacto Global, aderindo aos dez princípios e reforçando ainda mais seu compromisso com a Agenda 2030. Saiba mais aqui.

 

Conteúdos relacionados

 

ODS: Um caminho para o desenvolvimento sustentável

 

Como os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável podem ajudar os negócios das empresas?

 

Financiamento do desenvolvimento sustentável: a contribuição dos bancos de desenvolvimento

 

ESG: empresas e investidores orientados para a sustentabilidade

 

 

*campo obrigatório